Esfoliação corporal: como manter a saúde e a proteção da pele em dia

Com a exposição excessiva ao sol e à poluição, a nossa pele tende a acumular muitas impurezas que acabam com a elasticidade e o brilho natural, deixando-a com aspecto ressecado.

Assim, a esfoliação é um processo que ajuda na remoção das células mortas, presas na camada mais superficial da pele. No entanto, é preciso certa dose de cautela ao realizar esse procedimento para não agredi-la. Por isso, é necessário ter certos cuidados de banho para não exagerar na limpeza e destruir a barreira de proteção cutânea. Quer saber mais? Acompanhe a leitura para conhecer algumas dicas!

Existem diferentes tipos de esfoliação?

Conteúdo do artigo

Se está se perguntando se há diferentes tipos de esfoliação, a resposta é sim! Existem dois tipos: a química e a física, a diferença está no produto usado. Se o seu creme esfoliante é em gel e possui pequenas partículas que esfoliam a pele, trata-se da física. Agora, se o esfoliante não possui esses grãozinhos, trata-se da esfoliação química, que leva esse nome por ter apenas uma ação dos componentes químicos do produto na sua pele.

Dessa forma, recorremos à esfoliação para obter a renovação da pele, ela é um procedimento que contribui para a eliminação das células mortas. Segundo especialistas, a esfoliação faz uma limpeza profunda, capaz de remover as impurezas e a oleosidade acumulada. Os benefícios percebidos são:

  • ●     melhora da textura cutânea;
  • ●     redução da formação de cravos e espinhas;
  • ●     ajuda na absorção dos cosméticos;
  • ●     uniformidade da pele.

Além disso, ela atua na circulação sanguínea melhorando-a, estimulando o processo metabólico. Para disfarçar as rugas e as linhas de expressão, é recomendado ter como parte da sua skincare a esfoliação. No entanto, sem exagerar, pois o excesso pode surtir efeito contrário.

Vale ressaltar que, sempre após o procedimento, a limpeza da pele potencializa a absorção dos produtos na pele. Por isso, sempre que esfoliar, lembre-se de hidratar. Quando fizer a esfoliação corporal, respeite o prazo de três dias antes e três dias depois da depilação a fim de evitar que os pelos encravem.

O que acontece com a pele se esfoliar todos os dias?

É inquestionável que a esfoliação também relaxa e revigora o corpo. Assim, para impedir que os problemas surjam com o excesso de esfoliação, sempre mantenha a pele hidratada e use protetor solar.

No entanto, para quem deseja manter a pele revigorada, pense que esfoliar vai proporcionar esse bem-estar. O problema começa quando achamos que fazer a esfoliação todos os dias deixará a pele limpa e saudável. Na verdade, o exagero pode causar danos severos à pele, como machucar, abrir feridas ou retirar a barreira de proteção cutânea, causando um efeito rebote.

Ademais, o excesso expõe a pele a fungos e bactérias, o que aumenta as infecções no rosto ou no corpo. Além disso, pode deixá-la ressecada, sensível, propensa a irritações ou aumentar a oleosidade como meio de defesa. Os cremes hidratantes repõem os nutrientes que a deixa macia e saudável.

Quais cuidados devem ser tomados durante o banho para não danificar a pele?

Para peles saudáveis, com brilho e maciez, manter alguns cuidados durante o banho impede que sua derme fique com aquele aspecto ressecado e envelhecido.

Não exagerar na limpeza

Conforme os dermatologistas, o banho longo faz mal para a pele. O excesso de limpeza colabora para que os óleos e gorduras naturais do corpo sejam retirados da camada de proteção da pele. Logo, permaneça no banho por 10 minutos no máximo.

Evitar os banhos muito quentes

A quentura da água provoca a abertura dos poros, resultando na perda de líquidos da derme, o que causa vermelhidão e coceira após o banho. Tudo isso contribui para destruir a camada cutânea, provocando o ressecamento. Portanto, não tome banho com a  temperatura da água acima de 38ºC para não causar danos à saúde da pele.

Hidratar

Após o banho, crie o hábito de passar um creme hidratante. A limpeza das impurezas com sabonetes e a alta temperatura da água podem deixar a pele desidratada, principalmente com o uso de esfoliantes corporais, que deixam a pele normalmente mais sensível.

Usar sabonetes impróprios para a sua derme

Já teve aquela sensação de coceira no corpo após o banho? Isso acontece pelas reações que seu corpo está tendo após o uso de sabonetes não indicados para o seu tipo de pele.

Geralmente, as alergias são reações às substâncias contidas no produto que podem causar coceiras por todo corpo. A sensibilidade deixa a pele vulnerável a irritações e alergias. Por esse motivo, prefira os sabonetes naturais à base de glicerina, com aromas neutros e compostos naturais.